Os incessantes avanços tecnológicos trouxeram facilidades inéditas para a vida humana nas últimas décadas, mas também aceleraram a dinâmica das relações e a nossa percepção da passagem do tempo, nos deixando cada vez mais estressados. Os prós e contras desse processo de hiperconexão da vida vieram acompanhados de uma preocupação genuína com a nossa saúde física, mental e emocional.

 

Nesse contexto, uma parcela significativa da população tomou mais consciência da necessidade de levar a saúde a sério. As pessoas estão mais preocupadas em se alimentar direito e muitos brasileiros já se convenceram de que o segredo para uma vida longeva é fazer exercícios físicos com regularidade. Mas será que estamos tendo o mesmo cuidado com o nosso sono?

 

Zissou, uma das nossas lojas de maior destaque no Brasil, fez essa mesma pergunta e foi atrás não só de respostas, mas de soluções. Venha conhecer a trajetória de inovação exemplar dessa marca que chegou para redefinir a relação dos brasileiros com o sono.

 

A REVOLUÇÃO DO SONO

 

Há mais ou menos cinco anos, os norte-americanos começaram a debater abertamente sobre a temática do sono. Conteúdos interessantes sobre a ciência do sono passaram a dominar as mídias e as listas de best-sellers do país, como os livros A Revolução do Sono(Ariana Huffington) e Why We Sleep? (Matthew Walker).

 

Tal fenômeno não passou despercebido por Ilan Vasserman, um dos futuros sócios-fundadores da Zissou. Há época, ele trabalhava no mercado financeiro em Nova York e sentia na pele a cultura do “Deixa pra dormir quando morrer!” que ditava o ritmo da vida de seus colegas. Ele acompanhou de perto o movimento nos Estados Unidos e imaginou que a revolução do sono não tardaria para chegar em terras tupiniquins. Assim, começou a estudar o mercado brasileiro, mas sem perder de vista o que estava acontecendo nos Estados Unidos.

 

“Quando você começa a ter best-seller lançado sobre uma temática é porque algo especial está acontecendo! À época, nos Estados Unidos, a Casper era uma startup que estava surfando a onda da indústria do sono, revolucionando o mercado de colchões de tecnologia bed in a box e com vendas direto ao consumidor (D2C, do inglês Direct to Customer). O Ilan voltou para o Brasil, mas ficou com o radar ligado nessa ideia”, conta Amit Eisler, cofundador da Zissou.

 

Amigo de infância de Ilan, Amit ajudou a desenvolver um plano de negócio para a indústria do sono brasileira. À época, em 2015, Amit trabalhava na Xiaomi, uma nativa digital chinesa que tinha o e-commerce como um canal de peso em sua estratégia comercial.

 

 

Assim, os amigos somaram esforços para tentar trazer a Casper para o Brasil; porém, com todo o caos político que tomou conta do país em 2016 por conta do processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, a negociação não foi para frente. Com a saída da Xiaomi do Brasil no mesmo ano, Amit sentiu que era hora de realizar seu sonho de empreender: chamou Andreas Burmeister, seu colega de trabalho na empresa chinesa, para embarcar nessa aventura também, ao lado de Ilan. O trio mandou o recado: “Liga para a Casper e diz que a gente vai fazer a nossa Casper no Brasil!”.

 

ZISSOU E SHOPIFY: UM MATCH INSTANTÂNEO

 

A Zissou nasceu em maio de 2016 com um propósito: redefinir a relação das pessoas com o sono, um dos pilares da saúde do bem-estar humano.

 

“Matthew Walker, sleep scientist da Google, afirma que a saúde do bem-estar se sustenta em três pilares: sono, alimentação e atividade física. Só que não tem ninguém no mercado falando sobre essa necessidade vital do ser humano — ou não tinha até agora! No final das contas, não sabemos se as pessoas não valorizam o sono porque, até o momento, não tinha nenhuma marca chamando a atenção para isso ou se é justamente a ausência de players nessa indústria que faz com que o assunto não seja discutido. De todo modo, estamos aqui para mudar esse cenário e transformar a Zissou na marca aspiracional do sono”, explica Amit.

 

Embora lançada em 2016, a Zissou só começou a vender em junho de 2017. Durante quase um ano e meio, o trio de sócios-fundadores se dedicou a criar a marca, pensar seu posicionamento, propósito e design. Eles desenvolveram o carro-chefe da marca, o colchão superpremium que é vendido em caixas de papelão de apenas 1 metro de altura, trazendo o conceito bed in a box para o país.

 

A fabricação dos colchões fica a cargo de uma terceirizada localizada nos Estados Unidos; depois de montados, os colchões são selados a vácuo e comprimidos, dobrados e enrolados por uma prensa de 60 toneladas! É assim que a logística de frete é otimizada, com colchões de alta qualidade e conforto aguardando pronta entrega na casa do cliente, em todo o Brasil.

 

Toda a proposta do “colchão na caixa” também atende a uma das prioridades da Zissou: a experiência do consumidor. “Somos maníacos por customer experience, queremos proporcionar uma experiência impecável para o cliente de ponta a ponta. Também oferecemos 100 dias de teste com direito a devolução caso o cliente fique insatisfeito”, explica Amit.

 

Mas quem pensa aderir o “movimento do sono” não precisa comprar “no escuro”: a Casa Zissou, loja conceito da marca localizada em São Paulo, foi pensada justamente como um espaço imersivo de experimentação dos produtos para os clientes. É isso mesmo que você está pensando: a flagship tem um quarto escurinho, com cama e travesseiros Zissou para você testar!

 

 

Para além do encantamento de clientes, a loja conceito foi inaugurada como peça fundamental do modelo de negócio da marca: “Somos uma nativa digital, mas não somos um e-commerce puro. A gente é dono do produto, da marca, do canal de venda, do varejo. Portanto, muito mais que uma solução para venda online, nós precisávamos de uma commerce platform!”, comenta Amit, que já conhecia a plataforma da Shopify antes de começar a empreender na indústria do sono.

 

“A Zissou já nasceu com a Shopify, pois ela nos atende no mundo físico e no mundo online com integração nativa. A gente precisava de uma plataforma que nos desse independência de ação no dia a dia da loja, e encontramos isso na Shopify”, revela Amit.

 

O trio começou a desenvolver a estrutura omnichannel da Zissou na virada de 2016 para 2017 e não se arrepende de ter apostado na Shopify:

 

“Nós fomos pioneiros da plataforma no Brasil. Fomos ‘cobaias’ de vários apps e integrações, como o Moip. Admito que, lá no início, fiquei preocupado com o pequeno número de integrações do ecossistema da Shopify no país, mas resolvemos abraçar a causa da Shopify e correr atrás do que fosse preciso. Eu sabia que esse esforço inicial valeria a pena no médio e no longo prazo — e está valendo!”, admite.

 

Amit também conta que hospedar a Zissou na Shopify foi imprescindível para a agilidade do negócio: a plataforma gerencia todo o processo de vendas, do estoque aos preços, para o consumidor final, integrando por completo o mundo físico e o virtual da marca. Isso, por sua vez, é uma garantia de escalabilidade, outro fator importante para os sócios-fundadores:

 

“A Zissou cresceu 5 vezes de 2018 para 2019. Eu fico tranquilo de ter a minha loja na Shopify porque sei que a plataforma cresce comigo, acompanhando a expansão do meu negócio”, explica Amit.

 

SONHOS PARA O FUTURO

 

No Brasil, a maioria das empresas fecha antes do primeiro ano de vida. Cientes desse fato, Amit, Ilan e Andreas comemoram o primeiro exercício fiscal completo da Zissou com otimismo e novos lançamentos para o segundo semestre de 2019:

 

“Já passamos a primeira arrebentação, que é existir e validar o nosso produto, modelo de negócios e marca. É muito gratificante ver que o sonho rabiscado no guardanapo (literalmente!) está dando certo, gerando tanto impacto positivo. Ver a equipe crescer, ter mais gente acreditando no nosso propósito… É fantástico perceber que o que nós fazemos faz sentido para as pessoas”, comemora Amit.

 

Parte do projeto de expansão da marca em médio prazo envolve explorar o universo da internet das coisas (IoT) com produtos relacionados à luminosidade, temperatura e ambientação, para garantir excelentes horas de sono aos clientes que já conhecem os travesseiros e o colchão Zissou.

 

“O nosso grande sonho é que a Zissou seja a principal marca aspiracional de sono do Brasil e, quem sabe, do mundo”, revela Amit.

 

Embora o foco de vendas esteja atualmente concentrado no mercado brasileiro, a Zissou também já tem planos de levar o #movimentodosono para outros países, seja na América Latina, na Europa (Portugal e Espanha, inicialmente) ou nos Estados Unidos (onde já conta com uma subsidiária). E, como a Shopify é global, os sócios-fundadores da Zissou sabem que escalar para outros países será muito simples com a gente:

 

Ciente dos prejuízos que a vida empreendedora pode acarretar à nossa saúde, a Shopify fica muito contente em associar sua missão com o propósito da Zissou: tornar o comércio melhor para todos sem ignorar a saúde do bem-estar humano. Que mais iniciativas revolucionárias como a Zissou possam florescer no Brasil com o apoio integral do ecossistema da Shopify.

 

Matéria escrita por Carolina Walliter

Para conferir a matéria original, clique aqui: Zissou: a revolução do sono chegou ao Brasil