Zissou na Mídia

Empresas nascidas na internet usam venda direta para diminuir custos

Modelo de negócio sem intermediários busca se aproximar de clientes por meio das redes sociais ​ Empresas brasileiras nascidas na internet começam a controlar a cadeia produtiva da fabricação à venda, sem passar por intermediários, como lojas de terceiros.

Com colchões superpremium vendidos em caixas, a Zissou quer melhorar a relação das pessoas com o sono

Como se deixa uma carreira em tecnologia ou na área financeira para empreender no mercado do sono? Amit Eisler, 34, Andreas Burmeister, 41, e Ilan Vasserman, 34, tiveram de explicar isso para as esposas. Era maio de 2016. Por sorte, as três apoiaram a ideia dos maridos.

Amit Eisler, cofundador da Zissou

Meu nome é Amit Eisler, tenho 34 anos e há dois sou cofundador da Zissou, marca que nasceu com o propósito de redefinir a relação das pessoas com o sono. Queremos ser a Nike do sono. Nosso produto carro-chefe é o colchão feito de látex, viscoelástico e espuma que vem em uma caixa, conceito conhecido como bed in a box.

O que os modelos de negócios DTC e DNVBs têm em comum?

Em tradução livre, DTC (Direct To Consumer) e DNVB (Digitally Native Vertical Brand), querem dizer: Direto ao Consumidor e Marcas Verticais Digitalmente Nativas, respectivamente. São estratégias de distribuição que têm em comum uma inquietude na forma de marcas chegarem e se relacionarem com os consumidores.

Empresa lança colchão que é vendido dentro de uma caixa

Uma empresa brasileira inventou um colchão que o cliente compra, coloca no carro e leva para casa: o colchão na caixa. A tecnologia usada é conhecida em inglês como “bed in a box” ou “cama na caixa”. Uma prensa de 60 toneladas reduz o colchão a um quinto do tamanho original para ele caber em uma caixa. “Tem uma tecnologia que em inglês se chama ‘bed in a box’, ou ‘cama na caixa’. É uma tecnologia de compressão a vácuo...

1 2 3 9 Próximo »